sexta-feira, 1 de julho de 2011

11


“Entre os ventos do sul como do norte
                                                                                 lá vou eu, lá vais tu, lá vamos nós.
   Dor não existe que não se suporte
                                                                                          e estamos sós, terrivelmente sós...”

Alphonsus de Guimaraens Filho

11 comentários:

Olá, Que lindo seu blog, estou seguindo vc. Depois entra no meu blog. E se gostar, quem sabe, segue.
Beijos

Muito inesperado encontrar um texto do alphonsus guimaraes filho aqui. grande poeta das minas gerais! obrigado traze-lo de volto a minha memoria.
abraço, adorei o tom noir do blog.

adoooooooooro esse autor Alphonsus Guimarães o primeiro contato que tive coma obra dele foi com o poema "ismália" que eu acho lindíssimo.
adorei o layout do seu blog, muito bem organizado.

Só e apenas um poeta pode se expressar de maneira tão sentimental que consiga envolver tantas pessoas a pensar em como é bom pensar.


http://humor-sem-graca.blogspot.com/
-

Gostei :)

http://poesiapensamento.blogspot.com/

lindo =)

www.foiporquerer.blogspot.com